sexta-feira, 20 de julho de 2012

What a wonderful life


Você saiu da minha vida do mesmo jeito que entrou: suavemente, sem avisar. Deixou as palavras soltas no ar, como orvalho congelado, que se derrete com a luz. Algumas ficaram impregnadas em minha pele e memória, duras, sem brilho, incapazes de se desvanecer com o tempo. Os dias passam lentamente, mas os anos correm. Foi uma vida maravilhosa, apesar dos tropeços. Não trago arrependimentos, não guardo lágrimas. Vazia e escura como uma noite sem estrelas, incapaz de sentir. O passado é minha história, meu início-meio-e-fim. Não há nada além de dor, escuto gritos torturados, mas sei que são apenas os fantasmas do ontem. Trancafio-os, deixo que apodreçam. Agora são irrelevantes. Agora eu só espero pelo sol. O sol que nunca chega. Ninguém mais lembra, mas eu sim. Foi uma vida maravilhosa.

2 comentários:

Caroline Luft disse...

Lembranças boas também podem matar :/ gostei do blog e do texto, seguindo

http://where-you-can-always-find-me.blogspot.com.br/

Kiritta - Joana Silva disse...

Adorei o texto, gostei muito da tematica do teu blog, já sou seguidora, beijinhos
Viver num T0 ❤

Postar um comentário