sábado, 27 de novembro de 2010

Lost in nightmares



O verbo "perder" nunca é visto com bons olhos, não importa a ocasião. Perder algo ou alguém é sempre desesperador. Perder uma competição, perder um amigo, perder um objeto especial, perder um amor, perder uma oportunidade e, o pior, perder tempo. Fico assustada ao pensar que posso perder algo que julgo indispensável e, às vezes, é o que acontece. Depois de perder certa coisa que acreditava ser imprescindível, inicialmente, você pode se desesperar, não saber como lidar com a perda, se perguntar a razão de ter que viver sem o que é importante para você. Porém, o tempo passa e você começa a perceber que o que você julgava tão importante era, de fato, apenas um detalhe. Com o tempo você aprende a lidar com as perdas, por mais freqüentes e dolorosas que elas sejam. É possível suportar qualquer perda, a única perda insuportável é quando alguém perde si mesmo e se esquece de quem é.
Todos descobrem um dia que o que é nosso de fato, caso resolva partir, sempre acaba voltando, cedo ou tarde. Milhas podem ser cruzadas facilmente quando o destino se encarrega de devolver o que nos pertence. Entre esses pertences, os sonhos são aqueles que dependem da nossa vontade e que devemos agarrar com todas as nossas forças e impedir que eles se percam. Algumas perdas são inevitáveis, mas as que dependem de nós, não devem ser apagadas como um escrito na areia. Você controla a maré e tem a chance de alcançar qualquer estrela do céu.

"As coisas que perdemos acabam voltando para nós no final, mas nem sempre da forma que esperamos." (Luna Lovegood - Harry Potter e a Ordem da Fênix)

7 comentários:

Diário Viajante disse...

lindo post *--*

William disse...

Estou passando para retribuir a sua visita no meu blog e agradeço por seguir. Faço o mesmo aqui no seu blog.
Postagens bacanas, sinceras e com sutileza.
parabéns e muito sucesso.

Samuel disse...

Estou seguindo seu blog.

www.filosofandoonline.com.br/

Samuel disse...

"É possível suportar qualquer perda, a única perda insuportável é quando alguém perde si mesmo e se esquece de quem é."

Eu estou me sentindo mais ou menos assim.

Felipe Souza disse...

te retribuindo, to seguindo tambem.

ótimo blog parabens

http://inconsequentte.blogspot.com/
http://inconsequentte.blogspot.com/

Guill disse...

Oi Ana,

Texto lindo demais. Posso reproduzí-lo no meu blog??? Pode deixar que deixarei os créditos pra ti.

Estou te seguindo.

Bjos e inté

Gosta/Cabelo disse...

lindo texto, inclusive a citação de Harry Potter. o peso de uma perda depende do valor q se dá àquilo q foi perdido. no entanto, nenhuma perda é impossivel de esquecer, pois o tempo muda os valores q damos às coisas. acredito q o mais importante com relação às perdas não é como se sentir, e sim o que fazer depois, como seguir em frente. os sentimentos, eles se ajeitam com o tempo.

Visitem nosso Blog Musical:
http://alvoradadosom.blogspot.com/
e Feliz Natal ^^

Postar um comentário